Seja bem Vindo!
Ganhando Dinheiro.

Ganhando Dinheiro.

Compartilhar é se importar!

Ganhar dinheiro faz parte de nossas reais aspirações? Estamos ganhando dinheiro suficiente? Assim como, precisamos de ar para respirar e viver, precisamos de saúde física, mental, espiritual e emocional para vivermos equilibradamente, precisamos sentir a vontade de ganhar dinheiro realmente.

Para ganhar dinheiro com competência e honestidade, existem alguns degraus de uma escada a subir. Em primeiro lugar, você está levando em seu arquivo “ganhar dinheiro” a autoestima? Ou seja, você acredita, confia e aceita sua capacidade e potencial? Você passa isto para os outros? E supera adversidades crendo em seus pontos fortes?

O segundo degrau do “ganhar dinheiro” é como você pensa em atuar. Empreender ou seguir ordens (nem sempre em direção a satisfação, ao lucro e a felicidade)? É atuando na zona de conforto e de modo seguro (se é que podemos chamar isso de segurança)? Ou aceitando riscos, correndo riscos, ganhando dinheiro ou perdendo mas sendo inteligente, ousado, criativo e inovador? Chamando o dinheiro como forma de melhoria contínua e não para pagar contas.

O terceiro degrau passa em se tornar visível, em ser solidário e gostar de aparecer, mas aparecer com fundamento e ética, com parcerias e alianças e com ajuda mútua. Ganhar dinheiro é perfeitamente divisível, sem extremos (de ganância individual ou filantropia às avessas). Visibilidade requer entrega, doação e contribuição.

O quarto degrau refere-se à atualização e melhoria contínua, quero dizer, estudar sempre, aprender, estar com olhos, ouvidos e mente abertos, humildade em perceber o valor da escola da vida, ler muito, trocar e compartilhar informações e conhecimentos. Se interessar por coisas diversas a sua área de origem.

Existe um degrau em ganhar dinheiro, que não situo como próximo ou em alguma colocação, mas é relacionado a “FOCO”. Foco significa concentração, atenção a aquilo que deseja, correção de rumos e gostar da caminhada (não é do ponto final e sim do trajeto) rumo a riqueza.

Um quinto degrau diz respeito a quebrar paradigmas, principalmente o do brasileiro, que não pensa em enriquecer, chama dinheiro de “vil metal”, mas se o mesmo não vier, aí sim é letal. Ganhar dinheiro de forma limpa é ótimo, faz bem a gente, a nossa família, a quem possamos ajudar e ao mundo como um todo. Não podemos ser pequenos em nossos pensamentos. Está provado que não é o dinheiro responsável por algo, e sim, o que fazemos com ele.

Ganhando Dinheiro Qual o seu Sentimento?

Pensamentos, que viram sentimentos e depois atitudes. Atitude de vítima atrai-se a vitimização. Atitude de pensar grande atrai o grande, atrai a realização. Cumprem-se sonhos e ambições. Contribuem para ajudar os sonhos de muita gente também.

O sexto degrau, é o degrau de como anda seu entusiasmo, sua motivação, sua alegria e bom humor e sua fé. Esse estado de sentimentos mede-se apenas internamente, é percebido pelo espelho, pela consciência, pelo travesseiro e depois pelas pessoas muito próximas. Ganhar dinheiro passa muito por este estado de espírito.

O sétimo degrau (só faço aqui uma colocação que a escada é de cada um e necessariamente algum degrau pode vir antes do outro) é de quanto você está ajudando quem precisa (pessoas ou instituições), dando um pouco mais de esperança a necessitados e praticando o bem. Ganhando dinheiro, ajudando com dinheiro e com a sua presença genuína de querer ajudar.

Podemos dizer que muito antes da preocupação de chegar ao final da escada, você tem de ver se saiu do primeiro degrau ou está empacado em algum.

Ganhe dinheiro sendo feliz e competente. Saiba lidar com algo que está à disposição de todos. Você quer se ajudar, melhorar de vida, melhorar um pouco o mundo de pessoas a sua volta e estas a de outros, ou quer se queixar e viver aprisionado? Escolha a escada e suba.

Compartilhar é se importar!

Luiz Torres

Formado em Administração de Empresas e especializado em Gestão de Pessoas, com passagens por empresas nacionais e multinacionais, tanto como funcionário como Consultor do Capital Humano, atuando no Desenvolvimento de Líderes, Gestão da Mudança, Capacitação de Profissionais, Remuneração e Planejamento Estratégico. Dessa vivência, inclusive internacional, resulta minha experiência para escrever, ministrar cursos e ser um Gestor/Consultor de Pessoas.
  • Luiz excelente artigo. As pessoas tem preconceito até para dinheiro, embora ele seja vital para nossa sobrevivência percebo que quanto tentamos conversar sobre formas de ganho a maioria das pessoas começam a criticar. Abs. Custodio

Fechar Menu